Nossa Proposta

ARISE

Grupo de Pesquisa do CNPQ ARQUEOLOGIA INTERATIVA E SIMULAÇÕES ELETRÔNICAS

O Grupo de Pesquisa ARISE – Arqueologia Interativa e Simulações Eletrônicas – surgiu no âmbito acadêmico do Museu de Arqueologia e Etnologia da USP, em 2017. Embora tenha sido fundado apenas esse ano, o embrião do ARISE começou muito tempo antes, durante conversas nos corredores do museu, ou tomando café nos bancos do estacionamento. Os diálogos giravam em torno de um eixo: aquilo que jogávamos recentemente (e como esses jogos são capazes de mudar nosso entendimento sobre a sociedade). Assim sendo, o ARISE foi se formando naturalmente, aos poucos, com discussões cada vez mais aprofundadas sobre a História e Arqueologia presentes nos jogos eletrônicos. Percebendo, então, que essa temática da cultura material digital é pouca explorada no meio acadêmico brasileiro, resolvemos formalizar um Grupo de Pesquisa junto ao CNPq para tornar nossas atividades oficiais dentro do MAE-USP.

Somos um grupo de pesquisadoras e pesquisadores que têm por objetivo central a análise de jogos eletrônicos a partir do viés arqueológico e, além disso, também desenvolver aplicações interativas e eletrônicas que auxiliem nos campos da Educação e Museologia. Mas, acima de tudo, somos apaixonados por aquilo com o que temos contato antes mesmo de nos tornarmos arqueólogos: os jogos de videogame!

 

Proposta:

Partindo do conceito amplo de Humanidades Digitais, o ARISE tem por objetivo fomentar a análise acadêmica de mídias eletrônicas interativas (jogos eletrônicos, serious games, simulações digitais), bem como produzir materiais que versam sobre arqueojogos e instalações interativas voltadas para museus e instituições de ensino.

 

Objetivo Geral:

Estudo sobre simulações eletrônicas digitais e análise de seu conteúdo já produzido e ofertado no mercado, além da produção de interatividades baseadas em dispositivos eletrônicos que auxiliem na compreensão da Arqueologia e História de sociedades passadas.

 

Objetivos Específicos:

– Pesquisa e estudos sobre Humanidades Digitais, Ciberarqueologia e Jogos Eletrônicos;

– Análise de simulações eletrônicas (jogos) existentes no mercado;

– Produção de material voltado a arqueojogos;

– Desenvolvimento de instalações interativas baseadas em dispositivos eletrônicos e materiais impressos/feitos em resina.

 

Metodologia:

– Discussões em grupo de textos pertinentes aos temas estudados;

– Análise de jogos eletrônicos a partir da prática;

– Desenvolvimento de arqueojogos;

– Produção de material para website/Facebook;

– Produção de material audiovisual (gameplays comentados) para o YouTube;

– Desenvolvimento de dispositivos eletrônicos interativos e disponibilização da metodologia para replicação;

– Apresentação de seminários abertos ao público.