ARQ5102 – Introdução prática à Ciberarqueologia: Modelagem 3D e Interatividade em tempo real

25 students

 

Seja bem-vind@ à disciplina ARQ5102 – Introdução prática à Ciberarqueologia: Modelagem 3D e Interatividade em tempo real ministrada por mim, Alex Martire, no Programa de Pós-Graduação em Arqueologia do Museu de Arqueologia e Etnologia da USP (mais conhecido como MAE).

Se você chegou até aqui, meus parabéns! Isso mostra o quão corajoso o seu espírito é a ponto de ter se matriculado nessa disciplina (afinal, vamos falar sobre Cibernética em um curso de Arqueologia). Espero que não se arrependa e que, principalmente, possa extrair coisas boas de nossas conversas para a sua própria pesquisa.

É necessário, antes de prosseguirmos, que façamos uma espécie de “contrato” para o bom andamento do curso. Para tanto, formulei o tira-dúvidas abaixo:

  1. Professor, é necessário que eu vá às aulas? R: Olha, “necessário” não é. Eu jamais vou obrigar ninguém a isso, mas não sou eu quem tem a palavra final: existe um número máximo de faltas em nosso curso de 10 semanas. Sugiro que pergunte na secretaria do MAE qual a quantidade a que você tem direito (e, de preferência, se precisar, use as faltas para algo bom, que não seja a vida acadêmica);
  2. Professor, como será a avaliação do curso? Eu não sou designer nem programador, tenho medo de bombar! R: A avaliação do curso consistirá em entrega de exercícios semanais que serão passados ao fim de cada aula (e que estarão aqui em nosso “curso online”), além de um produto final e uma reflexão escrita sobre cibernética e seu diálogo com a arqueologia;
  3. Tudo bem, professor, você respondeu sobre a avaliação. O medo de bombar, contudo, continua! R: Não tema! Sei que os alunos não são designers nem programadores: eu mesmo não sou. Não estou aqui para julgar o aspecto artístico de ninguém, mas, sim, para auxiliar no desenvolvimento das habilidades práticas dentro desses campos;
  4. Ufa! Então é impossível reprovar por nota?! R: “Impossível” não é. Mas isso dependerá de você, exclusivamente. Como dito, haverá exercícios semanais que deverão ser entregues, no máximo, até o dia anterior a próxima aula (além do produto final e a reflexão escrita). O atraso acarretará em desconto de nota. O lado bom é: entregou tudo na data pedida, é nota A. Não quero que se preocupe com a avaliação: quero que se comprometa com a disciplina;
  5. Professor, o material usado em sala de aula estará disponível pra mim? R: Sim! Ao menos, uma parte dele estará. Os slides tendem a ser bem pesados, então não sei bem como o servidor da USP se comportará na hora de eu fazer o upload, mas prometo que tentarei;
  6. Professor, a carga de leitura é muito pesada? Você acha que eu só faço a sua disciplina e mais nada nessa vida?! Seu ridículo! R: Eu acredito que todos nós somos bastante ocupados. Contudo, essa é uma disciplina de pós-graduação optativa, então, se chegou até aqui, foi por um desejo seu (ao qual sou muito grato, de coração!). Tenho uma boa notícia, no entanto: não haverá cobrança de leituras semanais! Nem seminários! Você encontrará sugestões de leituras ao longo do curso, mas é livre para ler apenas se quiser. Porém, posso garantir que são textos bem interessantes e apaixonantes!
  7. Professor, tentei dormir essa noite mas não consegui: a Cibernética tem tomado meus pensamentos e tenho dúvidas cruéis: como devo proceder? R: Primeiro, respire: Cibernética pode ter esses efeitos colaterais, mas eles passam com o tempo, garanto! Após tomar um chá ou usar alguma substância preferida, você pode me contactar por email: alex.martire@usp.br. Responderei aos questionamentos assim que possível.
  8. Professor, obrigad@ por responder a todas as minhas perguntas, você é demais! R: Quem é demais aqui é você! 🙂

 

Feitas as ressalvas, o programa do curso encontra-se abaixo. Divirta-se!

 

 

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons – Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.

 

 

Instructor

arise

Free